A apendicite aguda é uma doença inflamatória do apêndice cecal (parte do intestino). A incidência durante a vida varia de 7 a 14%.
Os sintomas normalmente são dores no andar inferior do abdome (predominantemente à direita) associado a náuseas, vômitos, perda de apetite. Normalmente, evoluem rápido fazendo com que o paciente procure uma emergência.
O diagnostico é clínico, porem, em determinados casos pode ser necessário a realização de exames complementares (tais como exames laboratoriais, ultrassom ou tomografia de abdome).
O tratamento da apendicite aguda é uma urgência. O diagnostico e intervenção precoce são essenciais para um bom desfecho para o paciente.
A cirurgia realizada preferencialmente é a laparoscopia com melhores resultados quando comparado com a cirurgia convencional.